EnglishPortugueseSpanish

Quando a vida trouxer limões, faça uma limonada!

Quer conselho mais sábio?

Limões são sempre associados ao azedume, mas a verdade é que são excelentes para acrescentar um sabor extra a muitas receitas. A questão é a falta de hábito de utilizá-lo fora das receitas mais tradicionais, quase sempre cheias de limão, mas também muito açúcar!

Quem escapar dessa armadilha pode encontrar no limão um grande aliado para melhorar a digestão de gorduras e também de lentificar a velocidade de digestão de carboidratos.

Como é que é isso?

Vamos entender um pouco sobre a natureza química dos componentes do limão e como eles funcionam quando adicionados a outros elementos.

Quando você adiciona limão a um elemento gorduroso, como no caso da maionese, o efeito é de emulsificar a gordura, deixando-a mais fácil de ser digerida pelas enzimas.

Em relação aos carboidratos há um efeito diverso. A digestão se torna mais lenta pois os amidos ficam com suas ligações químicas mais fortes e mais difíceis de serem quebradas pelas enzimas. Dessa forma, as pequenas partes dos carboidratos, composta por açúcares simples como a glicose, vão passar mais lentamente para o sangue. Isso é um grande benefício para diabéticos, resistentes à insulina, ou portadores de outras doenças crônicas inflamatórias como artrites e doenças autoimunes. Ou seja, é mesmo muito bom para todo mundo!

A parte branca, mais amarga que envolve os gomos dos limões e laranjas, é rica em substâncias flavonóides antioxidantes como hesperidina e naringenina, capazes de fazerem uma verdadeira faxina nos elementos destruidores dos tecidos e causadores do envelhecimento.

Na casca dos limões e outros frutos cítricos, a concentração desses compostos benéficos é ainda mais elevada. Mas como não dá para comer o limão inteiro, o melhor mesmo é incluir partes dele em receitas variadas.

Você pode usar o suco de limão em molhos para saladas, ainda mais se forem as famosas saladas de batatas ou beterrabas. Pode fazer uma “maionese” saudável com a mistura do abacate com limão, que aqui ainda impede que o abacate fique com aquela cor amarronzada, que tira toda a vontade de comer. Dicas preciosas é usar aquela sobra do limão que você espreme para fazer sucos e passar sobre maçãs e peras cortadas para não deixar que escureçam.

Você pode usar raspas da casca de limão para dar um toque em bolos e biscoitos feitos com aveia e farinha de amêndoas. Ou até mesmo sobre macarrão com brócolis no alho e óleo.

Mas agora vou ensinar uma receita que fica até com cara de sofisticada, para você poder aproveitar até aquela parte branca da casca. Ela dá um gosto ligeiramente amargo, mas que você nem vai perceber com a combinação de sabores. Dá para fazer variações e ajudar você a se hidratar no verão sem ter que recorrer a bebidas industrializadas.

Use limão siciliano se puder, senão a receita funciona também com o limão verde.

Lave bem um limão grande e descasque deixando um pouco da parte branca com os gomos. Corte o limão em pedaços e coloque no mixer. Adicione 1 copo de água bem gelada ou mais, se preferir. Bata bastante até tornar a mistura bem homogênea. Coe numa peneira, espremendo bem para retirar somente o que for mais sólido. Devolva o suco no mixer. Eu costumo pular essa etapa, mas deixo isso com você.

Adicione 1/4 ou 1/2 de uma maçã daquelas que são bem doces e torne a bater.

Já está pronto para você saborear assim, ou você pode explorar melhor essa receita e acrescentar uma folhinha de menta, que muda um pouco mais o sabor.

Ou fazer a minha versão preferida, colocando sementes de romã e um pouco do suco da fruta.

Frutas vermelhas, lichias, um pedacinho de raiz de açafrão ou gengibre são outras possibilidades. Dá para saborear uma versão diferente por dia. Não vai existir tédio e também não vai ter que sofrer para conseguir ser mais saudável!

MATÉRIAS RECENTES

EnglishPortugueseSpanish